- PUBLICIDADE -
InícioPOLÍCIA MILITAR DFNamorados e fardados

Namorados e fardados

- PUBLICIDADE -


.

WhatsApp Image 2020 06 12 at 16.55.00

O Dia dos Namorados chegou e com ele muitos casais querem apenas aproveitar e relaxar um com o outro. Isso porque as pressões vividas na atual conjuntura da pandemia, especialmente no meio policial militar, os faz ficarem mais atentos e cheios de precaução na atuação policial rotineira. Mas querer esquecer um pouco todo esse stress gerado, não é colocar em risco ou arriscar-se a contrair o coronavírus, sobretudo, é aproveitar e curtir o dia com alegria, cumprindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde. É o caso da soldado Daniella e do soldado Cordeiro, casados há cerca de dois anos, que segundo a policial, “a pandemia não atrapalha em nada a nossa comemoração, pois curtir um jantar a dois em casa também é uma excelente programação”.

Dani CCS
O casal relata como todo romance começou. “Nos conhecemos na segunda fase do Curso de Formação de Praças IV. Na primeira fase, nós fazíamos parte de um pelotão diferente e na segunda tivemos a sorte de fazer parte do mesmo pelotão. Convivemos por aproximadamente três meses. Nós começamos a namorar no último mês do curso. Ambos moravam sozinhos quando o relacionamento começou, então passávamos todo o tempo juntos. Foi quase um casamento instantâneo. Em seis meses fomos morar juntos de vez. No dia 05 de outubro de 2018 casamos na igreja. Foi lindo! Nós compartilhamos esse momento com nossas famílias, amigos e nossa família de farda, que viu nosso relacionamento começar e alguns acompanham durante esses cinco anos e dois meses que estamos juntos. Nós acreditamos que o fato de ambos terem a mesma profissão facilita bastante no relacionamento. Como policiais, conhecemos a dinâmica e as necessidades que a profissão exige, assim como o tempo e a dedicação demandada.”

A cabo Alane e seu esposo, cabo Eloi, se conheceram numa das etapas do concurso de 2009. Em 2012 ele a adicionou no facebook e começaram a conversar, até que finalmente marcarmos primeiro encontro. Desde então ela assegura que tem vivido os melhores momentos de sua vida e que não deixará passar me branco a data de Dia doas Namorados. “Neste ano decidimos pedir uma comidinha em casa e beber, sempre procuramos regar o nosso relacionamento com amor e respeito e, por sermos policiais militares, temos um cuidado maior um com o outro no dia a dia.” Ela ainda conta orgulhosa sobre o filho, o pequeno Benjamim, “somos cada vez mais um só, nosso amor nos deu o fruto mais precioso, selando o que temos de mais puro, o amor.”

 alane

E assim segue diversas histórias de amor que começaram em quartéis, no trabalho de rua, em cursos internos de especializações e capacitações de policiais militares pois, onde há coração e esperança, há o amor… Ahhh o amor….

 

Fonte:

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA