- PUBLICIDADE -

DISTRITO FEDERAL

Cras Recanto das Emas II inicia as atividades

- PUBLICIDADE -

Publicados

em

A reunião entre as equipes do Cras, da Sedes e do Ministério da Cidadania reforçam o apoio técnico para qualificar os serviços oferecidos nas unidades socioassistenciais do DF | Fotos: Ádamo Dan/Sedes-DF

Inaugurado no sábado (11), o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Recanto as Emas II, segunda estrutura socioassistencial aberta em pouco mais de um mês, se prepara para receber a comunidade. Na manhã desta segunda-feira (13), a unidade recebeu a visita técnica do Ministério da Cidadania.

A comitiva da pasta se reuniu com a equipe do local e com representantes da gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) para alinhamento das estratégias de atuação junto à comunidade da região.

O atendimento ao cidadão começa nesta semana, lembrando que é preciso agendar pelo 156, opção 1; ou pelo site www.sedes.df.gov.br.

“O objetivo da visita foi ouvir sobre os possíveis desafios e as expectativas da equipe que vai atuar aqui, formada por servidores recém-nomeados em concurso público”, destaca a coordenadora da Proteção Básica da Sedes, Natália Eliza.

A unidade vai mesclar a renovação dos trabalhadores que chegam com a experiência da gerência, vinda do Cras Recanto das Emas I. “Esse conhecimento acerca das especificidades do território vai ser fundamental para iniciar esse trabalho aqui”, completa a gestora.

“Esse aporte do governo federal tem fortalecido cada vez mais a rede de proteção social na capital federal. Uma parceria que resulta na troca de experiências e, assim, já estamos nos tornando uma referência nacional na garantia de direitos aos cidadãos, em especial aos mais vulneráveis”Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Além da gerente, a equipe do Cras Recanto das Emas II vai ser composta por assistentes sociais, psicólogo, agentes sociais e técnico administrativo.

Leia Também:  Aprovado parcelamento em Sobradinho, com áreas verdes

As gestoras e o ministério ofereceram sugestões de atuação e destacaram experiências exitosas, com base em ações vivenciadas em outras unidades ao redor do DF.

“Muitas vezes, as pessoas vão chegar sem conhecer a existência na íntegra dos programas, benefícios e auxílios da Política Socioassistencial. Nós precisamos ter uma escuta qualificada para identificar as necessidades daquela família”, frisou a coordenadora de Serviços Assistências às Famílias, do Ministério da Cidadania, Mariana Lelis.

Para a secretária de Desenvolvimento Social do DF, Mayara Noronha Rocha, é muito importante o apoio técnico dado pelo Ministério da Cidadania para qualificar os serviços que ofertamos nas unidades socioassistenciais da cidade.

“Esse aporte do governo federal tem fortalecido cada vez mais a rede de proteção social na capital federal. Uma parceria que resulta na troca de experiências e, assim, já estamos nos tornando uma referência nacional na garantia de direitos aos cidadãos, em especial aos mais vulneráveis. É muito gratificante saber que o Distrito Federal tem sido exemplo para muitos municípios, e até mesmo estados, na condução da Política de Assistência Social, como também na área de Segurança Alimentar e Nutricional”, destaca.

Leia Também:  Paciente cardíaca recebe alta e agradece aos médicos

Cras Recanto das Emas II

A nova unidade fica na Estação Cidadania, localizada na Quadra 113, lote 9, no Recanto das Emas. É o segundo Cras da cidade, que tem uma das maiores demandas por serviços socioassistenciais no DF. Mais de 12 mil famílias vão ser referenciadas na unidade.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social do DF

Fonte: Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo
Propaganda
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA