- PUBLICIDADE -

SÃO PAULO

Governo de SP entrega segunda fase da iluminação na Ciclovia Novo Rio Pinheiros

Publicados

em

O Governador João Doria, junto à Enel Distribuição São Paulo e Enel X, entregou neste sábado (31) a segunda fase do sistema de iluminação da Ciclovia Novo Rio Pinheiros. Foram adicionados 260 pontos de iluminação inteligente no trecho entre a ponte do Jaguaré e a ponte Cidade Jardim, zona sul da capital paulista, totalizando 6,5 quilômetros (km) de extensão nesta segunda etapa.

A iniciativa faz parte de um plano mais amplo da Enel Brasil e do Governo de São Paulo para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do País por meio de tecnologias inovadoras.

“Nós tínhamos aqui 3 km, agora já temos 10 km de iluminação, wi-fi e câmeras de segurança e vamos chegar a 21km, que é a extensão plena deste parque com a iluminação led. Nós já temos um total de 110 mil ciclistas por mês, número esse que vem se expandido, além de 68 mil na outra margem, são praticamente 180 mil ciclistas por mês. Eles estão vindo exatamente pela modernização, pela eficiência, pela segurança e pela limpeza do Rio Pinheiros. Nós ficamos muito felizes com esses resultados”, declara o Governador.

A nova entrega se junta aos 130 pontos de iluminação instalados em um trecho de cerca de 3,2 km na primeira etapa do projeto, concluída no início de maio deste ano. Atualmente o trajeto possui 390 pontos de iluminação LED, ao longo de 10 quilômetros de extensão, com a tecnologias de Smart Lighting, que permite o gerenciamento do sistema de forma remota.

Para o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a participação da iniciativa privada no eixo de revitalização do programa Novo Rio Pinheiros implica em diversos benefícios à população. “Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros, que está sendo despoluído por meio de um grande projeto de saneamento básico, para que as pessoas ocupem esses espaços e tenham uma nova relação com o rio tão importante para a cidade de São Paulo”.

Leia Também:  Governo anuncia chegada de 2 milhões de doses da vacina do Butantan nesta sexta (18)

“A Ciclovia Novo Rio Pinheiros transformou a paisagem ao longo do rio e a rotina de milhares de ciclistas que pedalam atualmente em uma pista excelente, com infraestrutura de apoio, banheiros e agora com iluminação. Isso traz mais segurança para a população e mais tempo para usar a via ao longo da noite também”, disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Tecnologia de última geração

A Enel X estuda implantar ainda uma série de tecnologias de cidades inteligentes de última geração no local, como wi-fi público, sensores e câmeras. A implantação do sistema de iluminação pública, além de trazer mais segurança aos ciclistas que frequentam o local, possibilitará a ampliação do horário de funcionamento da ciclovia para o período noturno.

“As iniciativas de sustentabilidade em andamento e os projetos de inovação na Vila Olímpia demonstram que a Companhia e o Governo de São Paulo desenvolvem parcerias sólidas e em diversas frentes. O Grupo trabalha ao lado do poder público para levar desenvolvimento tecnológico e socioeconômico sustentável às suas comunidades”, afirma o presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier.

Sobre a Ciclovia Novo Rio Pinheiros

Com 21,5 km de extensão numa área pertencente à CPTM, ao longo da Linha 9-Esmeralda e às margens do Rio Pinheiros, a ciclovia tem atraído cerca de 80 mil ciclistas por mês. Por meio de um chamamento público, o Governo do Estado de São Paulo transferiu a gestão da área para a iniciativa privada em março de 2020. A Farah Service assumiu os trabalhos de recuperação e obteve o direito de explorar a Ciclovia.

Foi feito recapeamento e pintura da pista, sinalização, limpeza e jardinagem. Os ciclistas ganharam pontos de apoio com banheiro e bebedouro, além de novos cafés, vending machines e até chuveiros distribuídos ao longo do percurso. O Governo do Estado deve entregar toda a iluminação da via ainda neste ano.

Leia Também:  Comitê de Blitze encerra festa clandestina na Capital

Reinaugurado oficialmente em dezembro de 2020, o espaço ganhou o nome de Ciclovia Novo Rio Pinheiros. São seis acessos para a pista, localizados na Rua Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo, Estação Jurubatuba, Passarela da EMAE, junto à estação Vila Olímpia, Estação Santo Amaro, Passarela Parque do Povo e Ponte Cidade Universitária.

Serviço

A pista está aberta diariamente entre 5h30 e 18h30 e pode ser acessada pelos usuários por seis pontos diferentes localizados na Rua Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo, Estação Jurubatuba, Passarela da EMAE, junto à estação Vila Olímpia, Estação Santo Amaro, Passarela Parque do Povo e Ponte Cidade Universitária.

Novo Rio Pinheiros

O programa Novo Rio Pinheiros tem o objetivo de revitalizar este importante símbolo da cidade de São Paulo por meio da ação de diversos órgãos públicos em parceria com a sociedade. A meta até o fim de 2022 é reduzir o esgoto lançado em seus afluentes, melhorar a qualidade das águas e integrá-lo completamente à cidade. Por ser um rio urbano, a água não será potável, no entanto, com o projeto de despoluição concluído, haverá a melhora do odor existente, abrigo de vida aquática e, principalmente, a volta da população às suas margens com a recuperação ambiental e paisagística do seu entorno.

Secretaria dos Transportes Metropolitanos

A STM cuida diariamente (em tempos normais) do transporte de cerca de 10 milhões de passageiros que usam os ônibus gerenciados pela EMTU, além dos trens do Metrô, da CPTM e das linhas 4-Amarela e 5-Lilás, concedidas à iniciativa privada. A Estrada de Ferro Campos do Jordão, no interior do Estado, também é responsabilidade da STM, assim como o Parque Capivari, igualmente em Campos do Jordão e concedido à iniciativa privada.

Fonte: Governo de SP

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo
Propaganda
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA