- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioRIO DE JANEIROGato abandonado no túnel Rebouças é resgatado por secretário de Estado

Gato abandonado no túnel Rebouças é resgatado por secretário de Estado

O abandono de animais é uma pratica antiga, mas, desde o início da pandemia não para de crescer. Parques públicos, pontes, rodovias e até mesmo os túneis, se tornaram pontos de descarte desses animais.

Na noite da última segunda-feira (08/10), um gatinho de apenas dois meses foi resgatado no túnel Rebouças, uma das vias mais movimentadas do Rio de Janeiro, pelo secretário estadual de agricultura, Marcelo Queiroz. Responsável pelas políticas públicas de proteção e bem-estar animal do estado, por meio da Subsecretaria de Proteção e Bem-Estar Animal (RJPET), o secretário retornava do trabalho quando avistou o animal.

“Estava voltando de uma reunião de trabalho, por volta das 22 horas, quando vi aquele pontinho andando pelo túnel, completamente assustado. Não consegui parar o carro, mas dei a volta e por muita sorte ele ainda estava lá,” contou o secretário.

Após o resgate, a primeira atitude foi levar o animal para uma clínica veterinária, onde passou por uma avaliação médica e fez exames, onde foi constatado que estava bem.

O gato foi batizado como “Zé Rebouças” e ficará com o secretário até que consiga adoção.

Solicitação de imagens das câmeras do túnel

A subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal (RJPET) já está em contato com a CET-Rio para solicitação das imagens das câmeras de segurança do local.

“Primeiro salvamos a vida daquele gatinho, agora vamos verificar o que ocorreu para, então, adotar as medidas cabíveis para o caso. É sempre importante falar que abandonar animais é crime previsto por lei com até cinco anos de reclusão.” Disse Marcelo.

Secretário já realizou outros resgates esse ano

Há três meses, o secretário Marcelo Queiroz realizou o resgate de um cachorro que estava as margens da Via Lagos, por volta das duas da manhã.

“Não pensei duas vezes quando vi aquele cachorro as margens da pista, assustado, sozinho, com fome: coloquei ele no carro, levei para uma clínica veterinária e fiquei com o animal por quase dois meses, até que uma família muito amora da Tijuca, na zona norte do rio, viu as publicações e o adotou. Me sinto feliz por saber que junto a essa família o destino desse animal foi mudado. Hoje é um cachorro muito bem cuidado, amado e feliz,” contou.

Placas contra abandono de animais em estradas são instaladas na Via Lagos

“Abandono de animais é crime”. Placas com mensagens como essa foram instaladas em toda a extensão da Via Lagos. A iniciativa da RJPET tem o objetivo de coibir que bichos sejam ‘descartados’ às margens das rodovias e também incentivar a adoção.

“Essa é uma ação de cunho educativo para conscientizar as pessoas de que maus-tratos é crime, além de estimular a adoção dos animais,” frisou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Dados do IBGE e do Instituto Pet Brasil, de agosto do ano passado, apontaram que o Estado Rio tinha cerca de 3,4 milhões de animais abandonados. Com a pandemia, estima-se que houve um aumento de cerca de 40%. Por isso, de acordo com o secretário, a intenção é instalara as placas educativas em todas as estradas do estado.

Sobre a RJPET
A RJPET é uma subsecretaria que visa, além da realização de ações de incentivo à adoção, promover medidas de conscientização, dar suporte no controle, prevenção e erradicação de doenças, apoiar programas e projetos de defesa e bem-estar de animais, incentivando ainda sua posse responsável.

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA