- PUBLICIDADE -
InícioPOLÍTICA GOKarlos Cabral e AGM buscam solução para empresas que atuam com transporte...

Karlos Cabral e AGM buscam solução para empresas que atuam com transporte escolar


.

Prestadores de serviço de transporte escolar ficam responsáveis por transportar materiais escolares para alunos enquanto perdurar a pandemia de coronavírus (covid-19). A solução é uma resposta da Associação Goiana de Municípios (AGM) ao requerimento nº 03/2020, apresentado pelo deputado estadual Karlos Cabral (PDT), em que solicitou às prefeituras de Goiás, a adoção de medidas de apoio aos trabalhadores.

O presidente da entidade, prefeito Paulo Sérgio de Rezende, informou ao parlamentar, por meio do ofício nº 030/2020, que, em videoconferência, realizada no dia 6 de maio, com a participação da secretária estadual de Educação, Fátima Gaviolli e de prefeitos goianos, ficou estabelecida, além da continuidade das aulas de forma remota (on line), que os prestadores de serviço do transporte escolar exerçam suas atividades executando o transporte do material escolar para os alunos. 

De acordo com o documento, “todos os prefeitos dos 246 municípios goianos já estão cumprindo esse pedido da secretaria, pois todos estão preocupados com esa pandemia, instalada em todo o mundo”, sublinha o presidente da AGM, Paulo Sérgio Rezende.

Medidas

O deputado Karlos Cabral cobrou a adoção de medidas de apoio ao prestadores de serviço de transporte escolar, porque o segmento foi o primeiro a ter suas atividades suspensas, e a primeira a parar suas atividades, e tende a ser o último a retomá-las. “Apresentei na Assembleia o projeto de lei de auxílio financeiro aos transportadores, e relatei o projeto que autoriza o uso das vans escolares no transporte alternativo complementar na região Metropolitana de Goiânia”, assinala Cabral. “São medidas que considero de extrema urgência e importância”, salientou. 

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA