- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioPARANÁCéu Azul entra em risco de ter rodízio no abastecimento de água

Céu Azul entra em risco de ter rodízio no abastecimento de água

Em função da estiagem que ocorre no Paraná, os três poços que abastecem a cidade de Céu Azul, no Oeste do Estado, perderam em torno de 50% do volume de água disponível para captação e tratamento. As temperaturas mais elevadas e o consequente aumento no consumo também agravam a situação. O fim de semana foi crítico e o sistema chegou a ter baixa pressão nas redes e até falta de água em alguns horários. Sem previsão de chuvas regulares, é possível que nos próximos dias seja necessária a implantação de rodízio no abastecimento.




O gerente regional Rodolpho Tanaka Savelli explica que a Sanepar tem feito manobras no sistema para reduzir os impactos da estiagem. “As medidas já não surtem mais efeitos porque não temos mais disponibilidade de água nos mananciais para garantir o abastecimento de forma regular. A partir de agora dependemos da ação de todos para que façam o uso racional da água, priorizando o consumo na alimentação e higiene pessoal”, ressalta.


DICAS DE ECONOMIA


Feche a torneira – Ao lavar as mãos ou a louça, não deixe a torneira aberta o tempo todo. Isso evitará que vários litros de água tratada sejam desperdiçados.


Hora do banho – Seja rápido. Cada 5 minutos embaixo do chuveiro consomem aproximadamente 70 litros de água.


Basta um copo – Para escovar os dentes é necessário apenas um copo de água. Feche a torneira.


Use a vassoura – Antes de lavar a calçada, use vassoura. Jamais use a água potável para esse serviço. Reaproveite a água da lavagem de roupa ou da chuva.


Vaso sanitário – Diminua as descargas. Regule periodicamente a válvula hidra ou a caixa de descarga. Coloque uma garrafa pet com água ou areia dentro da caixa acoplada. Se a garrafa for de 1,5 litro, a cada descarga, você economiza 1,5 litro de água.


Lavando roupa – Junte roupas para lavar todas de uma só vez. Aproveite a água usada no tanque ou na máquina para lavar calçadas.


Fazendo a barba – Não faça a barba com a torneira aberta. Use a água somente para molhar e enxaguar o rosto.


Tá na mão – Ao ensaboar as mãos, deixe a torneira fechada. Só abra para enxaguar.


Reaproveite – A água do último enxágue das roupas, no tanque ou na máquina, pode ser usada para ensaboar tapetes, tênis, cobertores, pisos e calçadas.


Gaste menos – Ao lavar a louça, encha a cuba de água e mantenha fechada. Evite deixar a torneira aberta, enxágue a louça toda ao final da lavagem. Assim, o gasto de água é bem menor.


Tá Pingando – Os maiores ladrões de água são vazamentos, torneira pingando e descarga desregulada. Faça manutenção regularmente.


Carro – Em época de estiagem, não lave carro. Reaproveite água da chuva ou de lavagem de roupas para fazer a limpeza.


Ao encontrar vazamentos na rua ou em vias públicas, avise imediatamente a Sanepar pelo telefone 0800 200 0115.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA