- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioParáSeduc intensifica atividades para minimizar os impactos causados pela pandemia na educação

Seduc intensifica atividades para minimizar os impactos causados pela pandemia na educação


Desde a suspensão das aulas presenciais na rede pública estadual, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) tem fomentado a rotina de seus estudantes através do movimento “Todos Em Casa Pela Educação”, seja por meio digital ou impresso, para que todos possam ter acesso ao conteúdo para aprendizagem.

Em um protagonismo ímpar de seus professores, as escolas públicas têm se empenhado para que o ano letivo ocorra, mesmo de maneira não presencial. Com isso, a 18ª Unidade Seduc na Escola (USE) – que gerencia 22 unidades de ensino entre os municípios de Benevides, Marituba e Região Metropolitana de Belém, tem intensificado o suporte para que os mais de 13 mil estudantes pertencentes à Use não fiquem sem as atividades remotas.

A USE 18 tem disponibilizado cadernos de atividades estruturantes, compêndios, aulas pelo Google Meet e Clasroom, além de tirar dúvidas pedagógicas pelo WhatsApp.

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Santa Maria Bertilla, em Benevides, é uma das unidades que tem trabalhado de forma intensa o seu processo educacional. “Estamos em pleno funcionamento online, com atividades e aulas remotas, com a parceria constante e comprometida da equipe docente e administrativa da escola”, ressaltou a diretora Alessandra Gomes Rossi.

Alessandra também conta que, além do apoio dado pela equipe técnico-pedagógica, a participação dos pais tem sido fundamental para o desenvolvimento das atividades. “Temos que destacar o apoio das famílias, que mediam o trabalho que estamos desenvolvendo e executam diretamente com suas crianças em casa. Sem essa parceria, todos os nossos esforços seriam em vão”, finalizou a diretora.

A escola Santa Maria Bertilla atende, atualmente, 319 crianças de 6 a 11 anos, no ensino fundamental I que compreende do 1º ao 5º ano. Dentre o apoio citado pela diretora está Tânia Cristina Sousa, mãe da aluna Heloísa Cristina de Sousa que está no 3°ano do fundamental. Ela conta que nesse momento de incertezas, o papel que as unidades de ensino estão desenvolvendo é importante para garantir o processo de aprendizagem.

“Para nós, assim como para a maioria dos pais, está sendo bastante difícil, mas sempre temos que ver um lado bom de uma coisa; se não fossem as aulas remotas, com certeza tudo estaria mais difícil. A escola está sendo fundamental e é através dessas atitudes que as crianças estão tendo um melhor acesso à educação”, afirmou a mãe.

Do mesmo modo que são realizadas as atividades de forma online, o material impresso é distribuído por quinzena e semanalmente, o que é importante também para os alunos que não possuem acesso à internet. Val ressaltar a importância da entrega e devolutiva do material nas escolas para que seja feito o acompanhamento da dinâmica.

A gestora da 18ª USE, Maria Matheus Mota, destaca que além das aulas virtuais e entrega de atividades impressas, a Use tem feito o processo de busca ativa para identificar alunos que não tem acompanhado o ano letivo.

“Na primeira semana, as escolas procederam à entrega de cadernos de atividades para as aulas remotas do primeiro período e depois foram em busca dos estudantes que não compareceram para retirada do material. Se fez necessário ir à residência deles, para que as equipes pedagógicas conversem com os estudantes e seus familiares sobre a importância de não desistir de seus estudos e da escola”, comentou a gestora.

Com o apoio do Núcleo de Tecnologia à Educação (NTE), a USE está com o cronograma em dia, e já está em andamento o segundo período de atividades remotas.

Fonte: Governo PA

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA