- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioParáÓrgãos de Segurança Pública articulam atuação no bandeiramento vermelho

Órgãos de Segurança Pública articulam atuação no bandeiramento vermelho


Representantes dos órgãos que compõem a segurança pública do estado e municípios da Região Metropolitana estiveram, nesta terça-feira (30), na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em Belém, para discutir as estratégias e os principais pontos do bandeiramento vermelho, em vigor desde às 21h de segunda-feira (29). A reunião ocorreu de forma hibriada, ou seja, de forma presencial e virtual. 

Após duas semanas em bandeiramento preto (lockdown) em cinco municípios da Região Metropolitana de Belém, o Governo do Estado juntamente com prefeitos das respectivas cidades, anunciaram o retorno ao bandeiramento vermelho, que flexibiliza o funcionamento de atividades comerciais e a circulação de pessoas, mas mantém certas medidas restritivas.

“Bares, shows e qualquer outro tipo de aglomeração como festas estão proibidas neste momento. São medidas para que possamos continuar avançando no sistema de saúde e no atendimento da população e também controlando o nível de contágio”, frisou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

O titular da Segup explicou, ainda, que no bandeiramento vermelho várias medidas restritivas seguem vigendo, a exemplo do fechamento das praias e balneários de sexta-feira a segunda-feira, e nos feriad

Agora, das 21h às 5h, fica proibida a circulação de pessoas em vias públicas se não estiverem desenvolvendo atividades essenciais, adquirindo medicamentos ou deslocando-se para atendimento médico. Para a fiscalização, equipes de segurança pública irão montar barreiras nos principais corredores para verificar a situação de pedestres que estejam descumprimento as medidas do decreto.

Está permitido o funcionamento de academias de ginástica e estabelecimentos afins até às 20h, não estando autorizadas atividades coletivas; shoppings centers reabrem das 11h às 20h, com exceção das praças de alimentação, que fecharão 18h; comércios de rua terão expediente reduzido, das 9h às 17h, e restaurantes podem funcionar até 18h.

A fiscalização terá como foco o funcionamento desses estabelecimentos, bem como a proibição de venda de bebidas alcoólicas no horário entre 18h e 6h, inclusive por delivery (entrega a domicílo). A população pode continuar contribuindo com o sistema de segurança adotando as medidas sanitárias como uso de máscara, distanciamento social e denunciando irregularidades pelos canais de denúncia.

“Contamos primeiro com a colaboração de cada cidadão para compreender o momento em quem estamos vivendo, e, em segundo, para que cada um possa colaborar com a segurança pública denunciando tanto pelo 190 quanto pelo 181 qualquer descumprimento das medidas”, observou o secretário, Ualame Machado. 

*Por André Macedo

Fonte: Governo PA

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA