Pará

Estado ultrapassa a marca de dois mil leitos exclusivos para tratamento da Covid-19

Published

on


Para reforçar o atendimento a pacientes com Covid-19, na região nordeste paraense, o Governo do Pará abriu 50 novos leitos clínicos no Hospital Regional de Castanhal. Na manhã desta terça-feira (30), o governador do Estado, Helder Barbalho, acompanhado do secretário estadual de Saúde, Romulo Rodovalho, realizou visita técnica à unidade, reaberta em 27 de fevereiro para atendimento exclusivo de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Hoje, o Estado ultrapassou a marca de dois mil leitos exclusivos para tratamento contra o novo coronavírus.

“Nós estamos abrindo leitos para garantir atendimento, tanto clínico como de UTI, para todos que precisem de tratamento para Covid-19, e aqui, no Hospital de Castanhal, já chegamos a 160 leitos disponíveis para população”, afirmou o governador do Pará.

Helder Barbalho acrescentou que em Bragança, são abertos 55 leitos, sendo 10 leitos de UTI. “Até o dia 10 de abril, estaremos mudando o perfil do Hospital do Caetés, que permitirá abertura de 50 leitos, que serão exclusivos para Covid-19, para reforçar o atendimento na região nordeste paraense”.

“Além disso, o Estado vai contratar mais 15 leitos de UTI ainda esta semana em um hospital particular de Capanema”, destacou o chefe do Executivo estadual. Ele fez questão de ver de perto os leitos que receberão os pacientes para tratamento, no quarto andar da unidade, em Castanhal. 

Leia Também:  Pesquisadores paraenses recebem capacitação em análise sensorial para cacau e chocolate

O governador enfatizou que “no dia de hoje estamos ultrapassando a marca de dois mil leitos clínicos e de UTI para garantir que as pessoas possam lutar pela vida e vencer a pandemia”.

Os 50 leitos clínicos começaram a ser abertos no último domingo (28), para atender pacientes vindos especialmente das 3ª, 4ª e 5ª Regionais de Saúde. Do total de leitos clínicos recém abertos, 12 já foram ocupados por pacientes nesta terça-feira (30). No total, a unidade conta agora com 160 leitos, sendo 120 clínicos e 40 de UTI’s. 

“Com o aumento de casos da doença houve a necessidade de aumentar o número de leitos em todas as regiões do Estado, e aqui no Hospital Regional de Castanhal, nós abrimos mais 50 leitos clínicos para desafogar os hospitais da região. É uma estratégia de fundamental importância trazer essas pacientes para fazer o tratamento em um lugar com grade estrutura para que possam ser curados da Covid-19”, disse o secretário de Saúde, Romulo Rodovalho.

Reativado no final de fevereiro de 2021, o Hospital Regional de Castanhal reforça a estrutura de atendimento montada pelo Governo do Estado para enfrentamento da pandemia, e se tornou referência para pacientes principalmente das unidades regionais de Castanhal, Capanema e São Miguel do Guamá. 

Leia Também:  Secretário da Educação visita equipes escolares no noroeste do Estado

O Hospital Regional de Castanhal não oferece atendimento de urgência, nem funciona na modalidade “portas abertas”, portanto, os pacientes com Covid-19 só são atendidos na unidade hospitalar se estiverem regulados pela Central Estadual de Leitos, a partir de solicitações das secretarias municipais de Saúde.

“Nós estamos atendendo a 38 municípios desde a retomada do hospital, há mais de 30 dias, e hoje nós já chegamos a 160 leitos. Então, esses pacientes aqui atendidos desafogam os hospitais municipais e as UPAs da região. Ficamos muito satisfeitos em poder dar esse atendimento digno à população”, frisou Júlio Garcia, diretor do Hospital Regional de Castanhal. 

Até a manhã desta terça-feira (30), o hospital está com a taxa de ocupação em 68,1%, com um total de 109 pacientes internados, sendo 34 em UTI e 75 em leitos clínicos. 

Leitos – Atualmente o Pará tem 2.038 leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 1.342 clínicos, 674 de UTI, 7 clínicos pediátricos, 3 UTI neonatal e 12 UTIs pediátricas.

Fonte: Governo PA

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

MAIS LIDAS DA SEMANA