- PUBLICIDADE -
InícioMINAS GERAISPrêmio Escola Transformação contemplou 600 escolas estaduais no último ano

Prêmio Escola Transformação contemplou 600 escolas estaduais no último ano

Reconhecer escolas estaduais que tiveram destaque nas avaliações de rede e no desempenho escolar. Esse foi o objetivo do Prêmio Escola Transformação criado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) em 2021. Durante o ano, foram três edições, que contemplaram 600 escolas com os melhores resultados e os maiores crescimentos nos indicadores de fluxo e de aprendizagem. Em alguns casos, uma mesma escola foi premiada em mais de um nível de ensino e fase da iniciativa. No Escola Transformação serão distribuídos até R$ 105 milhões em prêmios.


Ao longo do ano, 31 escolas estaduais foram contempladas em todas as fases da premiação. Entre elas está a Escola Estadual Francisca Rodrigues Valente, no município de Ubaporanga. A diretora da unidade de ensino, Ana Paula Araújo Liberato, fala sobre a importância do Prêmio para a escola.

“A participação dos alunos foi o benefício. A gente via que eles estavam preocupados em participar. Os que estavam um pouco acomodados voltaram a participar quando realizamos a Busca Ativa. Ganhar o Prêmio foi muito bom, porque vai ajudar demais no pedagógico da escola, mas ver a participação dos alunos e conseguir fazer um diagnóstico em cima dos resultados foi o mais importante”, afirmou.

Já a Escola Estadual Douradinho, no distrito de Douradinho, na cidade de Machado, conquistou as duas últimas fases do Prêmio e está muito feliz com os recursos recebidos. Segundo o diretor, Abel Eugenio Pereira, os prêmios serão utilizados para fazer com que os estudantes possam conhecer outras realidades.

“A escola está localizada em um distrito e é referência para toda comunidade. Escolhemos o ‘Educação Além dos Muros’ para que nossos alunos possam conhecer outras realidades, visitar museus e abrir suas mentes. São ações que vão beneficiar muito os estudantes e melhorar ainda mais a aprendizagem deles”, destacou.

Ainda segundo o diretor, o Escola Transformação simboliza a coroação do trabalho desenvolvido. “A equipe é muito boa e os profissionais estão alinhados ao que é proposto. O engajamento foi muito bom e toda comunidade contribuiu”, finaliza.

Fases do Escola Transformação

Na primeira edição foram distribuídos 300 prêmios para as escolas que tiveram os melhores resultados de participação na Avaliação Diagnóstica e de acesso dos professores às ferramentas Google. Para as três etapas de ensino contempladas – Ensino Fundamental Anos Iniciais, Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio – 219 escolas foram agraciadas com o certificado de premiação.

Já na segunda fase de premiações houve a distribuição de 350 prêmios para as escolas que tiveram os melhores resultados no Índice Escola Transformação (Inest). Esta fase foi dividida em duas categorias. A categoria 1 foi destinada a escolas com maiores pontuações no Índice Escola Transformação (Inest-2), que leva em consideração os resultados da Primeira Avaliação Trimestral e a carga horária e nota dos estudantes, no primeiro bimestre. Já na categoria 2, foram premiadas as unidades de ensino com maiores variações percentuais positivas entre o Inest 1 – que leva em consideração os resultados da Avaliação Diagnóstica – e o Inest 2. Ao todo, 290 escolas foram premiadas, na segunda fase de premiações.

Assim como na segunda fase, a terceira fase de premiações contou com a distribuição de 350 prêmios e também foi dividida em duas categorias. A categoria 1 premiou escolas com maiores pontuações no Inest-3, que considerou os resultados da Segunda Avaliação Trimestral. Já na categoria 2, foram contempladas unidades de ensino com maiores variações percentuais positivas entre o Inest 2, que leva em consideração os resultados da Primeira Avaliação Trimestral, e o Inest-3. No total, 283 escolas foram premiadas.

Premiações

A partir da segunda fase do Escola Transformação, as unidades de ensino passaram a receber premiações em dinheiro para desenvolverem projetos pedagógicos com seus estudantes. Para cada prêmio, a escola recebeu o valor de R$ 100 mil em projetos, escolhidos em conformidade com o “Portfólio de Projetos Pedagógicos” disponibilizado pela SEE/MG.

As escolas vencedoras puderam optar – com a anuência do Colegiado Escolar – por um ou mais projetos do Portfólio, conforme o valor recebido no prêmio. A opção mais escolhida pelas instituições de ensino foi o projeto “Aprendizado Além dos Muros”, seguido de “Rádio Escola” e “Oficinas Pedagógicas”.

 

Fonte: Agência Minas Gerais

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA