- PUBLICIDADE -
InícioMaranhãoGoverno realizou vacinação de bovinos assistida, em aldeias indígenas do Maranhão

Governo realizou vacinação de bovinos assistida, em aldeias indígenas do Maranhão

Fiscal da AGED preparando a dose para aplicação da vacina contra febre aftosa
(Foto: Divulgação)

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) realizou a vacinação assistida de bovinos contra febre aftosa em 62 aldeias indígenas no estado. As vacinas doadas pelo Governo do Estado são destinadas às áreas que apresentam fatores de risco para febre aftosa.

Na Unidade Regional da AGED de Imperatriz foram vacinados contra a febre aftosa 3.480 bovinos, em 14 aldeias. A ação teve apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai). Já na Unidade Regional de Barra do Corda, os fiscais da AGED realizaram a vacinação assistida em 47 aldeias indígenas e, em Zé Doca, uma aldeia também teve seus animais imunizados com a vacina doada pelo governo.

A vacinação, que foi realizada dentro da etapa de campanha contra aftosa, beneficiou criadores de Terras Indígenas no estado como Alto Turiaçú, Arariboia, Bacurizinho, Cana Brava, Carú, Geralda Toco Preto, Krikatí, Lagoa Comprida, Pindaré e Porquinhos.

De acordo com a responsável técnica pelo Programa da Febre Aftosa na AGED, Margarida Prazeres, é importante a participação das partes interessadas no programa de vigilância para febre aftosa. “Ações como essas fortalecem a intersetorialidade das estratégias para prevenção da febre aftosa”, disse.

O chefe do Serviço de Gestão Ambiental e Territorial (Segat) da Coordenação Regional Maranhão, Daniel Cunha de Carvalho, disse que dois servidores da Funai atuaram na vacinação do rebanho bovino nas Terras Indígenas na área de jurisdição da unidade, em Imperatriz. “Essa ação demostra a nossa preocupação e também dos indígenas com a saúde dos bovinos, evitando a disseminação de uma doença infectocontagiosa que pode trazer prejuízos ao produtor indígena e à saúde humana”, afirmou.

< href="https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/?p=316041">

Fonte: Agência de Notícias do Maranhão

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA