- PUBLICIDADE -

É O BICHO

Menino vende coleção de cartas do ‘Pokémon’ para pagar tratamento de cão

Publicados

em

Um menino de oito anos que mora nos Estados Unidos decidiu vender sua coleção de cartas do “Pokémon”, seu brinquedo favorito, para salvar a vida de seu cão doente que precisava de um tratamento veterinário. Bruce, de quatro meses, foi diagnosticado com um vírus que poderia levá-lo à morte.

Quando soube que sua família não tinha US$ 700 – o equivalente a R$ 3,5 mil – para custear o tratamento do cão, Bryson Kliemann não pensou duas vezes e decidiu agir, mesmo que para salvar seu cão tivesse que se desfazer de suas cartas prediletas.

De acordo com a mãe do menino, Kimberly Woodruff, tudo começou quando o cão teve uma mudança repentina de comportamento. Preocupada, ela levou Bruce a uma clínica veterinária na Virgínia, onde ela mora. “Ele é um cachorrinho muito brincalhão e não estava se movendo. Ele não estava saindo da casa; ele não estava comendo”, contou Kimberly ao ABC News.

Ao ver o animal debilitado, tudo o que a família queria era salvá-lo, especialmente Bryson, que construiu uma forte relação de afeto com Bruce. “Isso me deixou meio triste porque geralmente meu irmão e minha irmã brincam juntos, e eu não tenho ninguém com quem brincar. Então, geralmente brinco com ele”, lamentou o menino, que colocou uma mesa na calçada em frente a sua casa e, ao lado, uma placa com os dizeres “Venda de Pokémon 4”. Os cartões estavam sendo vendidos por preços que variavam de US$5 a US$ 10.

Leia Também:  Médico explica no TBC 1 o que é, como detectar e encaminhar o tratamento da esclerose múltipla

A venda, entretanto, logo foi interrompida. Isso porque, segundo o jornal The Washington Post, a notícia de que o menino estava vendendo suas cartas para salvar o cachorro comoveu pessoas que souberam do caso através das redes sociais. A partir de então, doações começaram a chegar. Ao perceber que havia gente disposta a ajudar, Kimberly decidiu iniciar uma campanha de financiamento coletivo por meio do site GoFundMe. O objetivo era arrecadar US$ 800, mas até o momento já foram arrecadados mais de US$ 15 mil.

Os recursos doados permitiram que o cão recebesse o tratamento veterinário adequado. De volta ao lar, ele está sendo cuidado pela família que tanto o ama. “Bruce está agora em casa com sua família. Ele está muito bem, mas ainda está em recuperação. Agradecemos a todos por seu amor e apoio contínuos. Quaisquer outras doações serão usadas para ajudar outras famílias e os animais”, afirmou a tutora de Bruce.

Fonte: Agência de Notícias dos Direitos dos Animais

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo
Propaganda
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA