- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioCEARÁCoordenadores dos 396 Cras do estado são capacitados pelo Governo do Ceará...

Coordenadores dos 396 Cras do estado são capacitados pelo Governo do Ceará e Defensoria Pública

Ascom Gabinete da Primeira-Dama – Texto e fotos

O Governo do Ceará e a Defensoria Pública do Ceará capacitam os coordenadores dos 396 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) do Estado nos sistemas do Cartão Mais Infância e de Registro Civil. A formação iniciou nesta terça-feira (23) e segue por hoje, amanhã, com conclusão no próximo dia 29 de novembro. Em média serão formados 100 coordenadores por dia.

A capacitação é realizada pelo Estado, por meio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), para alimentar o sistema com dados das 150 mil famílias contempladas pelo Cartão Mais Infância Ceará e aprimorar os serviços, programas e o trabalho social com famílias dos Cras, principalmente, as gestantes e com crianças na primeira infância, além de fomentar o acompanhamento das famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância e contribuir para a oferta qualificada de serviços no sistema de proteção social.

“É imprescindível termos conhecimento da realidade destas famílias e sabermos se as políticas públicas estão chegando até elas e, quando não, encaminhá-las para serem contempladas com as políticas e serviços oferecidos pelo Estado. A partir dos dados cadastrados nos Cras teremos um panorama para traçar estratégias de trabalho com as políticas públicas baseadas em evidências e, consequentemente, mais eficazes e efetivas”, ressaltou a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

A capacitação integra as ações do Pacto pelo Fortalecimento das Políticas da Assistência Social, lançado pelo Governo do Ceará em setembro deste ano, com o objetivo de promover um melhor atendimento, acolhimento e escuta da população que necessita dos serviços nos 184 municípios cearenses. O pacto estabelece a construção de mais 24 Cras, a ampliação do cofinanciamento para os 396 Cras do Ceará, a entrega de um computador para cada um dos Cras, a doação de carros para todos os municípios do Estado, a contratação de agentes sociais, a criação do Big Data Social, a ampliação do cofinanciamento para os 396 Cras e o Prêmio Referência Social, que será destinado para os 30 Cras com o melhor desempenho.

Sub-registro

Atualmente, mais de três milhões de brasileiros não possuem registro de nascimento, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Também estima-se que 4.900 cearenses não foram registrados. Para mudar a realidade do sub-registro vivenciado no Ceará, os coordenadores também são formados pela Defensoria Pública para incluir os cearenses no sistema integrado à plataforma Nossa Defensoria. O Sistema de Registro Civil será utilizado para facilitar e agilizar o cadastro de dados e a emissão de certidão de nascimento, fundamental para o acesso aos programas sociais.

Saiba mais

Os coordenadores do Cras também participaram nos dias 26 e 27 de outubro do Encontro para o Fortalecimento das Políticas da Assistência Social nos Municípios Cearenses, promovido pelo Governo do Ceará, por meio Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

Fonte: Governo do Estado do Ceará

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA