- PUBLICIDADE -

CEARÁ

20 mil alevinos de tilápia são entregues na cidade de Milhã

Publicados

em

André Gurjão – Ascom SDA – Texto e foto

O Projeto de Peixamento dos Reservatórios Públicos 2021/2022 desembarcou em Milhã, no território de Sertão Central. Ao todo, foi realizada a entrega de 20 mil alevinos de tilápia nos principais açudes e barragens do município, o que deve gerar cerca de 10 mil toneladas de peixe e mais de R$ 80 mil em negócios rurais. “Mais uma vez o Governo do Ceará atua para favorecer a nossa população e gerar ocupação e renda para o nosso município”, reconheceu a vice-prefeita Tatiana Machado.A solenidade foi coordenada pelo secretário executivo de Pesca, Thiago Sá Ponte; e acompanhada pela vice-prefeita Tatiana Machado, pelo secretário de Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente, Rafael Pinheiro; e pelo ex-prefeito Otacílio Macedo.

Embora a principal vocação do município seja a pecuária leiteira, destacou Thiago Sá Ponte, o peixamento dos reservatórios públicos promove a segurança alimentar e também se torna responsável pela diversificação da renda dos agricultores familiares. “Em nome do povo de Milhã, agradecemos ao secretário executivo da Pesca por prontamente atender ao nosso pleito”, complementou o ex-prefeito.

Leia Também:  Em Gurupi, cenário favorável para o cultivo de tilápia é destaque em reunião com pequenos produtores

Até março do próximo ano, a Secretaria de Desenvolvimento Agrário será responsável pela distribuição de 5 milhões de alevinos nos principais 850 reservatórios públicos do Estado. A expectativa é gerar 1,225 toneladas de peixe (tilápia, carpa, tambaqui e curimatã) e gerar R$ 6 milhões em negócios rurais. “Essa ação proporciona ocupação e renda aos pescadores artesanais e investe R$ 542.719,14″, complementa Thiago.

São aptos para receberem o projeto reservatórios e áreas de assentamento, que estejam com volumes aceitáveis de água, que possam propiciar um aumento de produção pesqueira. Para receber o Projeto de Peixamento 2021/2022, prefeituras, associações, sindicatos e colônias de pescadores interessadas podem apresentar solicitação pelo email: [email protected]

Fonte: Governo do Estado do Ceará

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo
Propaganda
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA