- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
InícioCARROS E MOTOSTop 10: SUVs até R$ 140.000

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O mercado de SUVs está vendo os preços decolarem muito rapidamente, mas mesmo assim, as opções para quem quer um SUV entre R$ 120.000 e R$ 140.000 ainda não estão tão escassas.

No caso de zero km ou seminovo, ainda há margem para manobra, sendo ainda possível listar pelo menos 15 modelos até R$ 140.000.

Nessa faixa de preços, ainda existem muitos modelos novos e alguns lançamentos, porém, quem também está mirando essa mesma faixa de preços, não pode ignorar a presença do segmento superior.

É verdade que existem inúmeras opções de SUVs médios usados e alguns até de marcas de luxo.

Contudo, quanto mais novo e pouco rodado, melhor, não é mesmo? Nesse caso, o primeiro dessa lista Top 10 não poderia ser outro que não o líder desse segmento.

Existem outros? Sim, mas fora de linha ou em versões de acesso, como nos casos de Mitsubishi ASX e Kia Sportage.

O Compass, ainda sem renovação, é um carro atual. Também consideramos a motorização no caso do T-Cross, assim como no Tracker. Já o Hyundai Creta (novo) surge pela novidade e o HR-V pelo conjunto da obra.

Novamente surge a motorização e mudanças como fator positivo para o Captur, enquanto o Renegade tem um bom conjunto, ainda que o motor não corresponda.

Bem equilibrado com o THP, o C4 Cactus é obrigatório no Top 10, assim como o Kicks com seus visual e segurança. Por fim, o pacote do Tiggo 5x não pode ser desmerecido.

Com base na tabela Fipe, listamos os seminovos que estão dentro dessa faixa de preço, por ora.

Então, confira abaixo o Top 10 com os 10 SUVs de R$ 120.000 a R$ 140.000:

10 SUVs até R$ 140.000

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O Jeep Compass Sport é uma versão de acesso do modelo antes da atualização e tem um bom pacote de equipamentos, incluindo ar condicionado dual zone, multimídia com Google Android Auto e Apple CarPlay, rodas de liga leve aro 17 polegadas, bancos em tecido e alarme.

Tem ainda faróis e lanternas em LED, luzes diurnas, trio elétrico, controles de tração e estabilidade, assim como assistente de rampa e controle de reboque. Com freio de estacionamento eletrônico, o Compass tem discos nas quatro rodas.

Sua carroceria rígida porta ainda airbag duplo, bem como Start&Stop, sensores de chuva e crepuscular, piloto automático, monitoramento de pneus, entre outros. Na mecânica, o motor ainda era o Tigershark 2.0 com 156 cavalos na gasolina e 167 cavalos no etanol.

O câmbio automático tem seis marchas e trocas manuais na alavanca ou paddle shifts no volante, tendo ainda a direção elétrica. Com 4,41 m de comprimento e 2,64 m de entre eixos, tem 410 litros no porta-malas.

Com bom espaço interno, o Jeep Compass conta ainda com suspensão multilink atrás, gerando assim mais controle e conforto.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O Volkswagen T-Cross Highline é a versão topo de linha do SUV compacto da marca alemã e nesse Top 10 tem um lugar de destaque, por conta de seu conteúdo e também desempenho. Dotado de motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, ele é flex.

Com transmissão automática de seis marchas e modo Sport, o T-Cross 250 TSI tem um desempenho acima de sua proposta, ainda mais com sua suspensão calibrada para maior maciez.

Tendo 4,199 m de comprimento e 2,651 m de entre eixos, o SUV compacto tem bom espaço interno e porta-malas que varia de 370 a 420 litros, dependendo do ajuste do banco bipartido atrás.

Com cluster digital de 10,25 polegadas e multimídia VW Play com tela de 10,1 polegadas, o modelo tem serviços online, navegador Waze nativo e aplicativos de sites parceiros da Volkswagen, permitindo assim adquirir produtos e realizar pagamentos na plataforma.

O T-Cross Highline tem ainda bancos em couro personalizados, pintura em dois tons e teto solar panorâmico, além de volante multifuncional, modos de condução, ar condicionado automático, rodas de liga leve aro 17 polegadas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, entre outros.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

Assim como o T-Cross Highline, o Tracker Premier 1.2 Turbo é um carro apreciável, tendo bom desempenho com seu motor CSS Prime 1.2 Turbo sem injeção direta, que tem um bom rendimento apesar disso.

Ele entrega 132 cavalos na gasolina e 133 cavalos no etanol, além de 19,4 kgfm no primeiro e 21,4 kgfm no segundo, mais câmbio automático de seis marchas. Na segurança, seis airbags e controles de tração e estabilidade, entre outros.

Entre os itens de destaque, conta-se teto solar elétrico, bancos em couro, estacionamento automático, multimídia MyLink com internet 4G e Wi-Fi, sistema OnStar, ar condicionado automático, alerta de ponto cego, detector de obstáculos com frenagem automática, etc.

Tendo 4,27 m de comprimento e 2,57 m de entre eixos, o Tracker é um dos SUV mais desejados do mercado e tem 393 litros no bagageiro, além de um bom espaço interno. Com faróis e lanternas em LED, é um modelo da Chevrolet que tem boa dirigibilidade e conforto.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

Novíssimo, o Novo Creta na versão Limited é uma opção intermediária e traz o motor Kappa 1.0 TGDI com 120 cavalos e 17,5 kgfm a 1.500 rpm, além de câmbio automático de seis marchas, mais Start&Stop.

Empregando modos de condução, o Novo Creta Limited traz rodas de liga leve aro 17 polegadas, ar condicionado automático, carregador indutivo de smartphone, sistema BlueLink, rebatimento elétrico dos espelhos externos e multimídia com tela de 8 polegadas.

Com 4,30 m de comprimento e 2,61 m de entre eixos, o Novo Creta tem espaço bom no habitáculo e porta-malas com 422 litros, ampliáveis com rebatimento do banco traseiro. Empregando cluster analógico, traz Android Auto e CarPlay, seis airbags, controles de tração e estabilidade, etc.

O Hyundai Creta Limited é, das opções mencionadas até aqui, o primeiro zero km do Top 10, custando R$ 127.100 e sem opcionais. Já disponível nas lojas, o SUV compacto agrega um conjunto ótico mais elaborado com luzes diurnas em LED e lanternas em LED.

Traz ainda um novo volante, assim como bancos mais confortável e direção elétrica recalibrada. O novo console com freio de estacionamento eletrônico também chama atenção.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

Outro zero km da lista é antigo, porém, ainda em produção e que custa R$ 135.100. O Honda HR-V vai mudar, mas antes disso, a oferta do atual ainda é vantajosa. Sendo um dos SUVs compactos de maior sucesso, o crossover da marca japonesa tem espaço interno muito bom.

O sistema de banco ULTra Seat garante a colocação de objetos verticais e horizontais com facilidade, além de um porta-malas com 432 litros de espaço útil, mantendo a versatilidade que herdou do Fit, com o qual compartilha a plataforma.

Com 4,29 m de comprimento e 2,61 m de entre eixos, o HR-V é um crossover de linhas modernas e dotado de motor 1.8 i-VTEC na versão EXL, tendo 140 cavalos na gasolina e 139 cavalos no etanol, além de transmissão CVT com mudanças no volante (paddle shifts).

O HR-V EXL tem faróis com assinatura em LED, lanternas em LED, rodas de liga leve aro 17 polegadas, bancos em couro, multimídia com Android Auto e CarPlay, câmera de ré, freio de estacionamento eletrônico, trio elétrico, console elevado, detalhes em couro, etc.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O Captur continua sendo um dos crossovers mais bonitos do mercado nacional, porém, ainda mantém alguns dos defeitos de projeto, como o pouco espaço no banco traseiro. Ainda assim, ganhou um bom reforço.

Este veio na forma do motor H5Ht, também conhecido como M282 na Mercedes-Benz, tendo 1.3 litro e empregando turbo com injeção direta. Com 162 cavalos na gasolina e 170 cavalos no etanol, é um motor forte com 27,5 kgfm.

O câmbio CVT Xtronic é adequado à proposta e dá-lhe um bom desempenho. O Captur Intense tem ainda novidades, como direção elétrica com ajuste de profundidade, multimídia atualizada, alerta de ponto cego, acabamento refeito e redesenhado, etc.

Tendo piloto automático e controles de tração e estabilidade, o crossover da marca francesa oferece acabamento razoável e bom porta-malas, com 437 litros. Tendo suspensão elevada, dificilmente raspará em lombadas ou depressões.

Com posição de dirigir melhorada por causa dos novos ajustes, o Captur 2022 se tornou um produto melhor, custando zero km na versão Intense, R$ 133.690.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O Jeep Renegade é o líder de mercado e não por acaso. Tem muitos atributos, ainda que o motor e o bagageiro não sejam. Esperando pelo motor 1.3 Turbo, o SUV compacto atualmente se contenta com o E.torQ Evo 1.8 com seus 135 cavalos na gasolina e 139 cavalos no etanol.

Junto dele, o câmbio automático de seis marchas da Aisin, que é bem confiável e confortável. Numa estrutura “blindada”, o pequeno “couraçado” móvel exibe robustez e segurança, com seis airbags, controles de tração e estabilidade, entre outros.

Com formas volumosas e quadradas, que remetem ao clássico Jeep, o Renegade tem acabamento bom e painel com multimídia com 8,4 polegadas, Android Auto e CarPlay, rodas de liga leve aro 18 polegadas, ar condicionado dual zone, internet 4G com Wi-Fi, serviços online, entre outros.

Tendo 4,23 m de comprimento, o Renegade tem 2,57 m de entre eixos e bagageiro com 320 litros, o jipinho tem suspensão multilink na traseira, o que é bom para conforto e dirigibilidade. Seu tanque de 60 litros lhe garante boa autonomia também. Custa R$ 135.990 zero km.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O crossover da Citroën é um bom carro, ainda que seu acabamento interno seja pobre. Bonito por fora e apenas razoável por dentro, tem bom espaço atrás, mas perde em porta-malas (320 litros) e seu acesso, que é reduzido demais.

Essa versão Shine Pack é a mais completa do modelo, que tem seis airbags, detector de pedestres com frenagem automática, bancos em couro, alerta de fadiga, retrovisor eletrocrômico, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e alarme.

Ele também tem Grip Control, que são modos de condução e terreno, ainda que tenha apenas tração dianteira. Com cluster digital, tem ar condicionado automático, multimídia com tela de 7 polegadas, Android Auto e CarPlay, luzes diurnas em LED e lanternas em LED, etc.

O C4 Cactus Shine Pack tem motor 1.6 THP Flex com 166 cavalos gasolina e 173 cavalos no etanol, além de 24,5 kgfm. A transmissão automática tem seis marchas e mudanças manuais no volante ou alavanca.

Pode ser adquirido zero km, já que custa R$ 135.590.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

Atualizado, o Nissan Kicks nessa versão é o topo de linha e custa R$ 135.790, tendo como destaques os faróis full LED, lanternas em LED, rodas de liga leve aro 17 polegadas, seis airbags, controles de tração e estabilidade, controle dinâmico de chassi, entre outros.

Na Exclusive Pack, o crossover da marca japonesa tem até um sistema de som da Bose com alto-falantes no apoio de cabeça do motorista, detector de objetos no banco traseiro, monitoramento em 360 graus, ar condicionado dual zone e faróis de neblina em LED.

O Kicks Exclusive traz ainda multimídia, cluster análogo-digital, alerta de mudança de faixa, alerta de colisão e ponto cego, alerta de tráfego traseiro, farol alto automático, Android Auto e Car Play, entre outros.

Já na mecânica, o Kicks 2022 fica devendo em desempenho diante dos rivais, tendo motor HR16DE 1.6 16V de quatro cilindros e aspiração natural, entregando 114 cavalos e 15,5 kgfm, tendo ainda transmissão CVT Xtronic com paddle shifts no volante.

Tem 432 litros no bagageiro e bom espaço interno para seu porte, que é de 4,31 m de comprimento por 2,61 m de entre eixos.

Top 10: SUVs até R$ 140.000

O Caoa Chery Tiggo 5x TXS é um SUV compacto com espaço interno condizente e porta-malas pequeno, com 340 litros. Ele mede 4,338 m de comprimento e tem 2,670 m de entre eixos, ficando ainda entre os SUVs compactos, assim como o Captur com seus 4,34 m.

Bem equipado, ele oferece teto solar elétrico e panorâmico, seis airbags, ar condicionado dual zone, monitoramento em 360 graus, banco do motorista com ajustes elétricos, rodas de liga leve aro 18 polegadas, cluster digital, multimídia com tela de 8 polegadas e alarme.

Também dispõe de controles de tração e estabilidade, freio de estacionamento eletrônico, suspensão traseira multilink, entre outros. Feito em Anápolis, o Tiggo 5x TXS tem luzes diurnas em LED, lanternas em LED, entre outros, num visual agradável.

Já na mecânica, o SUV compacto da Chery traz motor 1.5 com turbocompressor e injeção indireta flex, ou seja, com bicos no coletor de admissão. Com quatro cilindros, esse propulsor entrega 147 cavalos na gasolina e 150 cavalos no etanol, ambos com 21,5 kgfm.

No caso da transmissão, essa é automatizada de dupla embreagem com seis marchas.

AUTOMOTIVO

Fonte: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
MAIS LIDAS DA SEMANA