- PUBLICIDADE -
InícioCÂMARA LEGISLATIVA DFAção do Estado e suporte familiar são fatores de prevenção ao suicídio

Ação do Estado e suporte familiar são fatores de prevenção ao suicídio


.

A ação do Estado e a presença da família são fatores essenciais para a prevenção ao suicídio, segundo os deputados Eduardo Pedrosa (PTC) e Delmasso (Republicanos), que trataram sobre o tema na Live CLDF desta quinta-feira (24). Ambos reconheceram que, embora espinhoso, o assunto precisa ser encarado com urgência e seriedade. O encontro atende ao pleito da Setembro Amarelo, campanha nacional, que ilumina, durante o mês de setembro, locais públicos com a cor amarela para alertar a população e estimular debates sobre o suicídio. Com participação de usuários pelo chat do canal da Casa no Youtube, o programa foi transmitido ao vivo pela TV Web CLDF.

Ao elencar fatores de risco do suicídio, como a depressão, os transtornos mentais, as perdas e a solidão, o deputado Delmasso citou que, no DF, os números de suicídios caíram 15%, mas as tentativas aumentaram 22% no último ano. Já o deputado Pedrosa chamou a atenção para o fato de que o suicídio é a segunda causa de morte entre os jovens de 15 a 24 anos no País. Para ele, a tecnologia, apesar de ter trazido muitas facilidades à vida moderna, também “abriu as portas para a manipulação de jovens”. Ele também se disse impressionado com os dados do Centro de Valorização da Vida (CVV), ONG que atua na prevenção ao suicídio desde 1962, ao revelar que 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram em dar um fim à própria vida. “Precisamos avançar nos fatores de proteção para termos índices menores”, considerou, ao citar o apoio da família e dos amigos, as crenças religiosas, o envolvimento da comunidade e o acesso a serviços de saúde mental.

Neste aspecto, o Estado pode ter papel fundamental, disse, ao defender a ampliação dos cuidados mentais. Pedrosa exemplificou que na rede pública de ensino do DF há apenas 162 psicólogos para atender mais de 150 mil alunos e acrescentou que o quadro de dificuldades pode se agravar no pós-pandemia, com aumento de desemprego e stress na população.

Ao lembrar de jogos virtuais, como o Baleia Azul, que fomentam o suicídio entre adolescentes, Delmasso defendeu, como solução, o suporte familiar e a valorização da família como política pública de Estado. “Adolescentes isolados ficam frágeis”, disse. Na opinião dele, as novas gerações estão perdendo a referência familiar e, por isso, recorrem à internet para obter respostas em momentos difíceis. “As mazelas da sociedade advém da desestruturação das famílias”, acredita. Do mesmo modo, o deputado Pedrosa corroborou que o ambiente familiar é central na questão. Para ele, assim como os jovens, os idosos também sofrem com o isolamento e necessitam dos cuidados do Estado.

“Quebre o silêncio”

Os parlamentares também concordaram que a suscetibilidade está presente em quaisquer grupos econômicos ou sociais. Nesse sentido, o deputado Delmasso relatou que ele mesmo, durante uma situação muito difícil, teve depressão e buscou ajuda profissional. “Só quem passa por esse processo é que sabe os pensamentos que têm”, narrou, ao acrescentar que “não tem vergonha de expor publicamente o problema”. Aconselhou, inclusive, àqueles que estão passando por isso: “Quebre o silêncio, desabafe”.

Ambos alertaram ainda que as redes sociais podem ser intolerantes, o que aumenta a vulnerabilidade emocional. “Independente das posições políticas, as pessoas precisam ser respeitadas”, argumentou Delmasso. Do mesmo modo, Pedrosa acredita que “o respeito à vida das pessoas é um assunto que precisa ser levado a sério” e acrescentou que o Legislativo pode dar o exemplo ao respeitar as diferenças.  

Live CLDF

Com transmissão ao vivo pela TV Web, a Live CLDF é um fórum de debates, produzido pela Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) da Casa, que às quintas-feiras discute temas de interesse público, como o impacto econômico da pandemia e a reforma tributária do DF. Todas as Lives realizadas estão em playlist específica no canal da Casa no Youtube.

Franci Moraes
Foto: Reprodução TV Web CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

Fonte:

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA