- PUBLICIDADE -
InícioAlegoLíder do PT ressalta atuação do partido pelos trabalhadores, servidores públicos, educação...

Líder do PT ressalta atuação do partido pelos trabalhadores, servidores públicos, educação e direitos humanos

Líder de bancada e única mulher representante do Partido dos Trabalhadores (PT) na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, a deputada Delegada Adriana Accorsi faz balanço das atividades realizadas pela sigla na Casa em 2021. A parlamentar, que exerce seu segundo mandato na  Alego, resume sua atuação parlamentar durante a atual legislatura. Ela lembra a importância da legenda para Goiás e os trabalhos alinhados ao partido e desenvolvidos em diversas frentes.

Adriana destaca algumas bandeiras pelas quais procura lutar sistematicamente: a causa dos trabalhadores, servidores públicos, educação, segurança pública, direitos das mulheres, combate à violência contra as mulheres e meninas, os direitos humanos, contra toda forma de preconceito e discriminação, a igualdade de gênero e racial. “Estas são causas nas quais acredito e dedico a minha vida, o tempo todo, não só em época de eleição”, declara com orgulho e convicção a deputada.

Ao fazer o balanço anual frente ao seu partido, ela comenta que as lutas em prol das causas que tanto prega, estiveram em pauta na sua agenda de trabalho durante todo o ano de 2021. “Apesar da restrição dos trabalhos presenciais, defendemos muitas causas e apresentamos vários projetos de fundamental importância para os trabalhadores e para a sociedade.”

Avanços

Além das questões ideológicas, a parlamentar discorre também sobre a pandemia da covid-19 e o isolamento social decretado pelo Governo. Ela lembra que, com a nova realidade, a Casa teve que se adequar e buscar soluções rápidas, inovadoras e que pudessem dar a resposta que a sociedade espera e precisa. “Isso só foi possível graças ao trabalho incansável do presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira”, comenta.

Segundo a petista, sob o comando de Lissauer, a Alego, que já vinha buscando atualizar o sistema de tecnologias, conseguiu se atualizar e manter a qualidade do trabalho até que as sessões pudessem voltar a ser presenciais.

A deputada reforça ainda que um dos motivos preponderantes para que a Casa tivesse um grande avanço neste ano de 2021 foi a atuação incansável do presidente, que não poupou esforços no seu trabalho. Segundo ela, Lissauer apresentou uma plataforma de atuação muito democrática e séria. “Sob a liderança do presidente avançamos muito e a inauguração da nova sede, com certeza, vai trazer avanços ainda maiores.”

A petista lembra que o presidente da Alego assumiu como sua a responsabilidade da construção da nova sede da Alego e deverá entregar a obra agora no início do próximo ano, conforme programação já divulgada anteriormente. Durante sua gestão, afirma Adriana, Lissauer conseguiu manter a altivez do Poder Legislativo. “E fez prevalecer o espírito do diálogo com transparência e respeito na Casa, mesmo  quando há divergência.”

Novos voos

Em seu segundo mandato consecutivo na Alego, a petista revela que deverá alçar voos maiores e buscar cadeira na Câmara dos Deputados. “Quero ser deputada federal por Goiás para retomar as políticas sociais que fazem distribuição de renda, dignidade e inclusão social, melhorando a economia e trazendo emprego e renda para o trabalhador.”

A intenção, de acordo com a deputada, é trabalhar com muito afinco para bancar a própria candidatura, eleger o candidato do partido à Presidência da República, auxiliar o partido na eleição dos demais companheiros que colocarem seu nome a disposição da legenda na disputa para o pleito de 2022. Esta é uma eleição que promete, segundo analistas políticos, ser uma das mais acirradas dos últimos tempos.

Eleições 2022

Sobre a eleição presidencial que será travada no próximo ano — o candidato do PT, ao que tudo indica, deverá ser o ex-presidente Lula —, a deputada tem visão bastante crítica. “A crise econômica que vivemos hoje é uma tragédia e com certeza está relacionada com o voto. É resultado do voto equivocado, manipulado, errado que foi dado para o atual presidente da República. Isto é resultado direto do voto, inclusive tanto daqueles que votaram, quanto daqueles que não votaram.”

Adriana Accorsi diz que a escolha do candidato à Presidência da República não deverá influenciar as candidaturas em Goiás, visto que as duas instâncias guardam, entre si, uma relação de independência. Ela afirma que, atualmente, o PT é o que mais recebe filiações, indicando que tem a simpatia e voto do eleitorado. Entretanto, a exemplo da última eleição presidencial, a campanha deverá ser contaminada pela divulgação constante de fake news, criando muita polêmica, tumulto e dificuldade para o eleitor tomar a sua decisão.

Ela defende que os políticos tenham mais compromisso com a transparência dos atos públicos por eles praticados. Mostrar para a população um trabalho de qualidade e com resultados seria, segundo a deputada, a melhor maneira de reverter a grave insatisfação popular hoje observada na política do país.

Sobre o cenário atual, Adriana Accorsi lamenta o que considera descaso do Governo Federal com a política de vacinação para combater a pandemia da covid-19. “Por conta disso, temos milhares de vidas perdidas em Goiás, que lamentavelmente deixou muitos órfãos.”

Ela ressalta, também, as grandes dificuldades econômicas que o povo brasileiro vem enfrentando. Desemprego, alta do preço do combustível, do gás de cozinha e dos alimentos estão penalizando, sobretudo, a população mais carente, observa a deputada.

Fonte: Portal da Alego

Fonte: Agência Assembleia de Notícias

Últimas Notícias

MAIS LIDAS DA SEMANA